Drenagem

Razões para efetuar a drenagem das escavações: 

 Permitir trabalhar a seco no fundo da escavação (economia, comodidade e qualidade do trabalho, etc.);
Escoar a água da chuva, de outras origens superficiais ou de aquíferos subterrâneos;  Reduzir os impulsos em eventuais contenções provisórias; 
Prevenir situações de acidente (ex: instabilização dos tudes), garantindo a segurança dos trabalhadores e equipamento;
Tornar mais improváveis fenómenos potenciais de instabilização do solo no fundo da escavação (arraste de finos, levantamento do solo ou a liquefacção); 
Viabilizar determinadas técnicas construtivas (ex: paredes tipo Munique). 
Para que a drenagem atinja os seus objetivos, devem ser cumpridas as seguintes exigências: 
A posição do nível freático rebaixado deve ser continuamente controlada (para se evitarem flutuações passí veis de causar a instabilidade da escavação), não devendo baixar mais do que o necessário para a segurança da obra; 
O método escolhido deve assegurar a estabilidade dos taludes e fundo da escavação, bem como a integridade e segurança de estruturas adjacentes; 
Nos casos em que se proceda a bombagem, devem utilizar-se filtros adequados, para que não haja arrastamento de finos do solo; - no dimensionamento dos sistemas de bombagem deve ter-se em conta eventuais falhas de corrente ou outros imprevistos; 
A água retirada do terreno deve ser depositada em locais que não afectem a escavação nem os recursos freáticos existentes (colectores de esgoto, cursos de água, etc.)